Perguntas Retóricas Tem Resposta?

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Postado por:Maria Raquel Silva

A vida é cheia de perguntas. Acho isso um tanto assustador, já que não sei responder a maioria delas.
Sempre fui o tipo que toma decisões rápido, que responde perguntas sem pestanejar. Mesmo que algumas vezes essas respostas tenham sido "decido mais tarde" ou "quando chegar a hora, resolvo".
Aquela clássica receita proteladora.

Já meu jeito de lidar com problemas foi sempre ignorar até o ponto em que ele estivesse tão perto que poderia ser um cão raivoso me encarando. E então o resolveria da forma mais rápida possível, sem nenhuma bagunça e nenhuma gota de sangue espalhada pelo carpete.

Mas algumas questões acabam se transformando em problemas quando se fica mais velho. Problemas sem solução rápida. Talvez sem solução alguma.

Escolher entre romper com quem você sempre admirou, quem você tem como herói, ou viver a vida do jeito que você sempre sonhou? Da forma como sempre quis, com seus princípios, suas regras, sua forma de ver o mundo?

A grande questão que rege a vida, o Universo e tudo o mais, infelizmente não pode ser respondida com um número. Parece até um pergunta retórica. Algo filosófico feito para nos deixar acordados a noite, olhando para o teto do quarto, tentando encontrar uma resposta que nunca será alcançada:
Fingir ser algo que não é, engolir coisas em que não acredita para não decepcionar quem importa mais, ou seguir o que todos pregam e ser você mesmo?

Realmente gostaria dessa resposta.
Existe um caminho mais fácil? Ou é assim mesmo?
Perder algo não importando qual decisão tome?



 

Doces Comentários Ácidos
Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos e bTemplates
Imagens em: Foter
Logotipo original por M.R. Silva e FreeLogoServices