Azar, Sorte ou Falta de Talento?

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Postado por:Maria Raquel Silva

É como se você não soubesse o quão ruim é.
E no caso, realmente ruim.
Me pergunto sempre se as pessoas são sinceras. Ultimamente tenho achado que não.

"Seu cabelo está bonito", "você escreve bem", "você se veste bem".
Porque dizer a verdade é ser rude? Sério. Às vezes só queria saber o que as pessoas realmente pensam.
Porque quando elas começam a mentir muito para você, você começa a ter uma visão errada de si mesmo.

Que se dane ferir sentimentos. Que se dane o que vou pensar.
Por pelo menos um dia queria saber o que realmente pensam de mim.
"Você nunca vai conseguir", "você não é tudo isso", "não entendo porque você continua tentando", "pare de perder tempo com algo que você não sabe fazer".
Só isso.

Porque se alguém te falar isso, talvez você consiga entender que não foi feito para aquela vida. Que o caminho que você está tentando não é pra você.
Que, se você for esperto e ouvir os outros, talvez ainda não seja tarde demais para virar uma esquina e partir em outra direção.
Mas parece que as pessoas são impossíveis de falar a verdade. De dizer o quão não original você é. O quão sem talento. O quão não você é o caminho que você está tomando.

Eu só queria, por um momento, entender se é falta de sorte, se é azar demais, ou se é o talento mesmo que não existe.
Se forem as duas primeiras, talvez até possa pensar em continuar tentando.
Mas se for a última, queria mesmo que me dissessem.
Porque a opção de virar a esquina está quase aí. E se não virar agora, é bem capaz de desperdiçar uma boa parte da vida em algo que nunca conseguirei alcançar.

 

Doces Comentários Ácidos
Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos e bTemplates
Imagens em: Foter
Logotipo original por M.R. Silva e FreeLogoServices